quarta-feira, 12 de maio de 2010

ÂNIMO E FÉ

A existência pode ter sido amarga.
Espinheiros talvez se te estendam no caminho.
Caíste, provavelmente, algumas vezes e outras tantas te reerguestes, à custa de lágrimas.
Sofreste perseguição e zombaria.
O mundo terá surgido aos teus olhos por vasto deserto.
Anotaste a força da morte que te subtraiu a presença de entes caros.
Viste a deserção de companheiros, renegando-te os ideais.
Seres queridos ignoraram-te os propósitos de elevação.
Varaste crises em forma de fracassos aparentes.
Tiveste o menosprezo por parte de muitos daqueles aos quais te confiaste.
Ouviste as palavras esfogueantes dos que te condenaram sem entender-te.
Palmilhaste longas áreas de solidão.
Perdeste valores que consideravas essenciais à sustentação dos empreendimentos que te valorizam as horas.
Sofres tribulações.
Suportas conflitos.
Atravessas dificuldades e tentações.
Entretanto, por maior que seja a carga de provações e problemas que te pesam nos ombros, ergue a fronte e caminha para a frente, trabalhando e servindo, amando e auxiliando, porque ninguém, nem circunstância alguma te podem furtar a imortalidade, nem te afastar da onipresença de Deus.

1 comentário:

paloma disse...

Ao ler está poesia me reanimei e me restituir pois ela falou profundamente ao meu coração.Sei que não devemos desistir jamais,pois em cristo somos mais que vencedores e que as lutas só vem pra elevar a nossa fé e o nosso amor á Deus,creio que Deus tem preparado o melhor dessa terra pra nós e quero viver isso.Obrigada melodia por vocês existirem,por abençoar todos os dias as nossas vidas,que Deus seja com vosco.Amém.