domingo, 11 de abril de 2010

Amados Filhos

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Redenção, este é o tempo da Redenção para toda a humanidade!

Tempo de dar os últimos passos rumo à liberdade.

Tempo de escolhas, tempo de profundas mudanças, tempo de transformação.

Encarai, pois vossa realidade, amados!

Olhai para o mundo ao vosso redor, para que possais reconhecer o
quanto é preciso fazer, em tão pouco tempo, para cortar as últimas
amarras que fazem da humanidade fantoche das vontades mesquinhas de
poucos, cujo papel é manter o "status quo" onde a escravidão do ego
impera, ainda, quase soberana sobre a liberdade ofertada pela pureza
da alma.

É preciso olhar e agir; é preciso sentir e transformar, é preciso
limpar vossas mentes das múltiplas camadas de densidade geradas pela
incompreensão que ainda se faz presente em vosso mundo, para resgatar
o verdadeiro sentido da palavra IRMÃO.

Aproveitai, pois este momento para trazer para o "vosso momento" a
figura singela de vosso IRMÃO maior, meu amado filho JESUS.

Ele vos oferta, com seu exemplo de retidão, amor, verdade, o real
significado da palavra irmão.

Ele foi até todos vós, e aí permanece por milênios, para mostrar o
caminho da verdade, da fraternidade, da paz e do amor incondicional.

Ele rompeu as barreiras da escravidão alimentada pelo egoísmo, para
abrir o caminho pelo qual todos vós retornarão Pai, caminho que exige
de todos resgatar, no dia a dia, o sentido do AMOR DIVINO e viver esse
amor em cada pensamento, em cada sentimento, em cada ação revelada em
vosso mundo.

A essência da liberdade, Eu vos digo, só se revela pelo exercício
continuado do amor.

Vosso Mestre Jesus vos amou incondicionalmente e demonstrou isso em
cada frase, em cada gesto, em cada ação no árduo caminho da
incompreensão que Ele trilhou e que permeava vosso planeta naquele
momento da jornada.

Ele nunca distinguiu um irmão do outro, Ele sempre defendeu aqueles
que se viam oprimidos pelo poder manipulativo dos poderosos, Ele
sempre pregou a verdade do Pai, sempre amou, sempre revelou a
compreensão dos sábios que nunca julgam, mas sim buscam compreender os
percalços vividos por seus irmãos, Ele nunca deixou de estender a mão
aos que buscavam ajuda e conforto.

Esse é o tempo de vos despojardes das crenças e ilusões de um falso
mundo, onde irmãos lutam contra irmãos, para seguir o exemplo Daquele
que vos revela o verdadeiro caminho da Redenção.

A Redenção bate as portas de todos vós!

É tempo de retirar as trancas que mantém fechadas vossas mentes e
corações, para transpor as portas do mundo do limite e mergulhar no
novo tempo que vos devolve o verdadeiro mundo, mundo onde pulsa e
vibra o amor, a fraternidade e a paz.

Correi, pois amados, correi para o novo mundo em busca do vosso lugar;
destrancai vosso coração para resgatar a linguagem do amor e, assim,
reconhecer a porta que precisais transpor, e onde flameja vosso nome,
que é vosso passaporte para a plenitude que se encontra a disposição
de cada um por herança e merecimento.

Bem amados, a Páscoa aí está; resgatai o sentido maior desse evento
cósmico quando retorna, mais uma vez, vosso Mestre Jesus para vos
lembrar que é hora da passagem, eis que o êxodo já começou, e que é
preciso não só vos lembrar desta parte da história da humanidade, mas,
também agir, agir com fé e determinação, liberando o medo do
desconhecido, acreditando na luz Daquele que vos mostra o caminho, e
que se encontra a vossa frente como um potente farol que ilumina mais
e mais vossos passos, para a conquista final da LIBERDADE que tanto
tendes procurado ao longo de vossas jornadas.

Que a passagem, nesse vosso tempo, seja suave, que a alegria possa
expressar a vitória de todos vós, para que se cumpra a vontade do Pai
e prevaleça em vosso planeta somente a vibração do amor incondicional.

Bem amados, Feliz Páscoa de Renascimento, e que vossas orações possam
iluminar as mentes e corações de todos os Filhos da Terra que buscam
reencontrar o Caminho da Luz.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas
bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou
Maria, Vossa Mãe.

Sem comentários: