sábado, 8 de Agosto de 2009

OBRIGADO SENHOR

Obrigado Senhor! Obrigado porque hoje, novamente eu vi o sol nascer, eu vi a chuva cair, a roseira florir, eu vi a criança brincar, a cidade sorrir, e novamente eu ouvi o pássaro cantar.

Obrigado porque meus olhos se abriram à visão do amor. Os flanboiants floriram, as palmeiras cingiram num feliz balançar.

Obrigado Senhor! Obrigado por mais uma vida que eu vi nascer, por ver a criança chorar e a mãe feliz comovida, amor no coração aflorar. Obrigado pelo filho que eu vi em seu seio afagar.

Obrigado pelos amigos que me deste, pelo pano que o meu corpo veste e pelo novo belo amanhecer. Obrigado porque assisti o dia caminhando, indo para um lindo entardecer.

Obrigado Senhor! Obrigado pela paz individual, por fazer nosso corpo dual, alma e coração, onde guardamos a relíquia do passado, em bordado de recordação.

Obrigado pelas flores lindas e anunciantes, pelos corações vibrantes que anunciam Teus dias, em sereno fim de tarde, em prece de Ave-Maria.

Senhor, fazei de mim um instrumento do Teu amor, que meu viver seja sempre um feliz exemplo, como uma assembléia no templo de Tua adoração;
Que meu coração seja um aconchego, um arquivo, um rico acervo da mais bela recordação;

Que eu seja o abrigo da amizade, um sempre despedir da saudade, um resguardo da alegria, um escudo do coração, livrando-o da tristeza e nostalgia, fazendo-o em constante emoção .

Que minha presença seja um anúncio de paz, uma estrada sem fronteira, um sorrir a vida inteira, a felicidade sem fim... E que eu seja hoje e sempre assim.
Que meu coração nunca abrigue o ódio, que o amor esteja sempre no pódio de um feliz bem viver.
Mas, se meu coração algum dia o ódio abrigar, traz-me a morte num repente, e me leva lentamente, num breve morrer.

Sem comentários: